fbpx

COMO FUNCIONA O LEILÃO DE MOTOS

Motos são um verdadeiro investimento para diversas pessoas. Possibilitando que pessoas trabalhem por meio delas, fazendo entregas, ou mesmo garantindo o deslocamento mais célere na cidade, viagens e assim por diante. Abaixo, entenda mais sobre como funciona o leilão de motos, e como você pode se beneficiar dele.

 

Leilões são cada vez mais comuns, e os mesmos aparecem em variadas versões. Algumas, voltadas para a venda de imóveis, outras para a venda de automóveis, quer sejam carros, ou como vamos falar aqui nesse artigo – motos!

 

As motos que acabam chegando aos leilões podem vir de diversas proveniências. Grande parte das motos são apreendidas durante uma blitz, ou mesmo, são automóveis que foram parar no pátio do Detran local, por qualquer motivo que seja.

 

Algumas outras motos são provenientes de ações na justiça, onde o antigo proprietário é acionado, foi a falência e assim por diante. Outras motos podem vir até mesmo de empresas que foram acionadas na justiça, e pagaram dívidas por meio das motos.

MAS COMO FUNCIONA O LEILÃO DE MOTOS EM SI

 

Agora que você já tem uma ideia mais clara do que são os leilões de motos, que tal entendermos um pouco mais sobre como funciona o leilão de motos em si? Bem, esses leilões são costumeiramente feitos por leiloeiros oficiais, e essas pessoas não são os proprietários do veículo em si, ok? Elas estão apenas conduzindo o leilão.

 

Pode ser que o leilão de motos também seja organizado por uma empresa privada, responsável por leilões. Mas, a escolha aqui é totalmente sua, se você vai procurar por um leilão de motos público ou privado.

 

Alguns deles, acontecem de forma presencial, outros online. De uma forma ou de outra, você deve escolher o que melhor veste as suas necessidades ou prioridades. É tudo bem simples, e não exige muita preparação, além, claro, da preparação financeira para o pagamento.

 

E APÓS O LEILÃO, O QUE ACONTECE?

 

Logo após o leilão, a moto é sua, caso você tenha arrematado o automóvel. Os procedimentos que existem depois são puramente burocráticos. Por exemplo, você terá de assinar a comprovação de aquisição do bem, associado ao pagamento de um sinal, que costumeiramente vem a ser um cheque nominal à pessoa que leiloa o veículo.

 

Após a assinatura, você já pode ficar com o veículo, e a essa altura, não é mais possível desistir da transação, ok? Portanto, tenha total certeza de sua escolha antes de assinar. Nesse momento pode ser que seja requisitado o pagamento de uma parcela específica, então é importante ter esse valor em conta.

 

Uma vez que você tenha assinado tudo, e esteja com a moto em mãos, é só adimplir com os pagamentos e fim. Sua moto está sob sua possessão e você pode fazer o que bem entender com ela!

 

BOA SORTE EM SUAS EMPREITADAS NOS LEILÕES

 

Grande parte das pessoas que investem nos leilões, o fazem ou para conseguir as motos ou outros automóveis para uso próprio, ou mesmo para futura comercialização. Como costumeiramente o mercado dos leilões acaba dando acesso a itens com custos mais baixos, alguns investem neles e revendem no mercado após algumas reformas.

 

Tá aí uma boa ideia de negócios, para você que agora já sabe como funciona o leilão de motos. Ficou com alguma dúvida? Não deixe de perguntar nos comentários abaixo e felizmente te responderemos! Não deixe de dar uma olhada nos outros textos que já produzimos aqui no blog a respeito de temas como este!

 

Um grandíssimo abraço e nos falamos em breve, ok? Até mais, e boa sorte em seus investimentos (:

Veja Aqui Alguns Sites de Leilão

Sold Leilões

Leilões Judiciais

Mega Leilões

Vip Leilões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *